Notícias quentes
Página Principal / Adestramento / Cães de rua abandonados: o que podemos fazer por eles?

Cães de rua abandonados: o que podemos fazer por eles?

Abandono da cachorros nas ruas pelo Brasil! O que pode ser feito? Essa é uma triste realidade que vem crescendo cada vez mais.

Mas você sabe quais as maneiras que pode ajudar para amenizar essa situação?

Cães encontrados pelas ruas podem estar perdidos de seus donos ou então abandonados. E essa cena tem sido cada vez mais comum em muitas regiões do Brasil.

Conforme pesquisa divulgada por alguns relatórios, alguns apontam que são mais de 30 milhões de animais abandonados. E não é de se surpreender.

Quem possui rede social já percebeu a quantidade de relatos sobre o trabalho de ONGs com os cães abandonados e que buscam de alguma forma fazer algo. Os cães são os mais abandonados, apesar de os gatos não estarem fora da lista.

Apenas uma palavra define o abandono de cães nas ruas: crueldade. Mesmo com tanto trabalho que é realizado como adoções, projetos voluntários, programas de conscientização, ainda é grande o abandono.

Em algumas cidades brasileiras, apenas em uma avenida central já é possível ver a quantidade de cachorros abandonados. Estando abandonados, e sem cuidados, muitos são alvos de maus tratos e doenças. Dessa forma é um problema que precisa ser pauta da vida dos brasileiros. Pergunto a você: o que podemos fazer em relação aos cachorros abandonados?

Abandono de animais o que fazer?

cachorro abandonado

Além de ser algo comum em muitas cidades, a quantidade de cachorros sem dono e abandonados também é comum o olhar de desprezo das pessoas.

Nós habituamos a não fazer nada por eles, e por isso essas cenas passam despercebidas. E muitos alegam que é o trabalho da ONG de cães abandonados fazer algo pelo cachorro.

Mas será que cabe a nós apenas terceirizar essa culpa? Será que não existem outras maneiras de podermos ajudarmos do que apenas acreditar que as ONGs podem resolver essa triste situação?

Caso não seja possível adotar, você sabia que existem outras formas de ajudar no abandono de animais? Nós vamos falar mais a respeito. Então acompanhe algumas maneiras de ajudar, quando possível!

Aproxime-se do cão

Se o cão parecer saudável e não mostrar uma atitude agressiva, tente se aproximar.

Um cão abandonado ou perdido fica desorientado, pode se assustar facilmente e fugir se você tentar se aproximar bruscamente ou diretamente.

Por esse motivo, é importante que você se aproxime e evite movimentos bruscos. Use tons suaves e evite falar em tom ameaçador.

Você verá que o cão se aproxima de você à medida que ganha confiança. Em clima quente, também pode ser útil oferecer água para ajudá-lo a relaxar em sua presença.

Quando você o aproxima e a atitude do cão é calma, você pode tentar acariciá-lo e abraçá-lo. Se tiver uma coleira, não parecer agressivo e facilmente manipulável, você poderá usar uma alça ou uma corda ou segurá-la à mão diretamente pela coleira. Se não tiver um colar, você pode improvisar uma trela usando uma corda.

Lar temporário

cachorro abandonado

Além de contatar a ONG, uma maneira de você ajudar é com lar temporário. Sabemos que não são todos que querem um animal de estimação, ou já tem, mas com o lar temporário essa pode ser uma grande ajuda.

Com lar temporário, o animal pode ficar nele até ser realizado um tratamento, dependendo de sua situação, ou então até ser adotado.

Apadrinhamento

Com o apadrinhamento os recursos são destinados para as ONGs, que são voltados para auxílio de tratamento ou castração.

Diga não ao abandono

Ao mesmo tempo que crescem as feiras de adoção no Brasil, também é perceptível notar a quantidade de cachorros abandonados. Muitos tutores não se adaptam a rotina com novo cachorro em casa e tem vergonha de devolver para ONG, e infelizmente acabam abandonando o cachorro.

Por isso, antes de adotar ou comprar um cachorro, reflita se você está disposto a cuidar dele e enfrentar dificuldades que podem ocorrer.

Mostramos nesse texto as maneiras de você ajudar os cachorros que são abandonados. Não os deixe na rua. Se puder fazer algo por eles, faça.

 

Sobre Angelica Weise

Jornalista freelancer. Mestranda na UFSM. Escreve sobre os mais diversos assuntos e ama seus pets.

Veja também

vira lata

Vira-lata: conheça as características e as curiosidades

O amor por seu bichinho não escolhe raça.  Quem tem um vira-lata sabe bem disso.  …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *