Notícias quentes
Página Principal / Dicas de Produtos / Dicas para levar o gato ao veterinário sem estresse!

Dicas para levar o gato ao veterinário sem estresse!

Os gatos detestam mudanças. E qualquer simples ida ao veterinário pode ser algo completamente difícil. E para o tutor também. E transportar os gatos nas caixas de transporte também requer do dono um jogo de cintura.

Mesmo se é apenas uma ida ao veterinário ou passeio, viagem, os gatos precisam ser transportados na caixa para a sua segurança. Veja dicas de como levar o gato sem estresse aos lugares.

Levando o gato ao veterinário

Gato ao veterinário

Os tutores veem o trabalho do veterinário como algo fundamental na saúde dos gatos, porém acontece que os gatos não acreditam nisso. Pensam que estão sendo retirados de suas casas e transportados a outro lugar.

Por mais que exista a rotina em levar o gato ao veterinário, essa sempre é a tarefa difícil e traz muita dor de cabeça aos tutores. Existem sim alguns gatos que vão de forma mais tranquila, mas a grande maioria acredita que essa visita ao veterinário é um caminho sem volta.

Justamente por isso é de admirar que uma pesquisa recente tenha revelado que dois terços dos pais dos gatos levam os animais ao veterinário menos de uma vez por ano.

E na maioria das vezes a causa é a “resistência felina” sobre essa ida ao profissional. Muitos tutores evitam se incomodar e nem levam os gatos a um exame de rotina. Mas atenção: As visitas ao veterinário podem prevenir doenças.

Dicas que ajudam!

1.Faça o gato amar a caixa transportadora: na maioria das vezes o gato tem mais medo da caixa do que o veterinário em sí. Isso mesmo! Por mais que eles amem caixas de papelão, a de transporte lhes parece algo de outro mundo.

A dica então é acostumar o gato junto a caixa de transporte desde pequena. Ou seja, trata-se de deixar a transportadora acessível em todos os momentos, deixando-a em um canto da sala e deixando a curiosidade do gato assumir o controle com o tempo.

2.Acostume o gato aos passeios ou caminhadas: a vida do gato é diferente do cachorro. A grande maioria dos gatos domésticos prefere o conforto da casa do que a rua. No caso de evitar aborrecimentos e brigas, vá aos poucos acostumando o gato aos passeios ou caminhadas.

Gato ao veterinário

3.Fique calmo e nada de broncas no gato: Os gatos, assim como a maioria dos animais de companhia, reconhecem o seu humor e, se você estiver estressado, o gato sentirá isso e assumirá um estado semelhante.  E, ao contrárioações e palavras calmas aliviam o estresse do gato .

4. Após a visita do veterinário, vá direto a sua casa: esqueça aquela ida ao mercado. Recomenda-se levar o gato direto a sua casa após a visita ao veterinário, e jamais prolongue o sofrimento do gato.

5.Chegou em casa? Deixe a transportadora e abra a porta ao chegar em casa, sem forçar nada. Se o gato é agressivo após a visita do veterinário, afaste-se.

Simplesmente abra a porta e deixe ele sair no seu tempo. Se ela quiser interagir, conceda. Esteja presente e deixe o gato esquecer o estresse. Ou seja, deixe-o sair de forma espontânea.

Tenha em mente que cada visita ao veterinário é a sua oportunidade de fazer perguntas e preparar-se ao trabalho de cuidar do gatinho em casa. Além disso, não tenha medo de ligar ao veterinário entre consultas, caso tenha dúvidas ou preocupações adicionais.

Dicas de compra e cuidados da Caixa

Gato ao veterinário

Aconselha-se comprar uma caixa de transporte rígida e que tenha um ótimo sistema de fechamento. Isso ajudar a evitar fugas.

O tipo de portador que você usa também pode ajudar a reduzir o estresse do gato e as idas ao veterinário. Deve ser grande o suficiente que ele possa ficar de pé, esticar e dar uma volta completa.

Lembre-se então de fazer da caixa transportadora uma instalação permanente. Por isso, coloque em uma área onde o gato gosta de passar o tempo, mas onde há poucos esconderijos. Deixe a portinhola aberta e coloque a roupa de cama, as guloseimas e os brinquedos favoritos do gatinho dentro dela.

E também limpe o portador de gato. Aconselha-se usar sabão e água, ou água com uma pequena quantidade de vinagre branco adicionado.

Você também pode pulverizar a gaiola e a roupa de cama com o spray “feromônio feliz” de Feliway pelo menos 30 minutos antes de usar o suporte e criar um ambiente tranquilizador e ajudar a reduzir o estresse.

Em nossa loja virtual você encontra algumas opções de caixas de transporte. Acesse Adoro Patas.

https://www.adoropatas.com.br/gatos/acessorios/caminhas-e-casinhas

No texto você conferiu dicas de como levar o gato ao veterinário sem estresse. Sabemos que geralmente a ida começa com uma partida de luta livre e colocar o gato em uma transportadora.

Se você conseguir sobreviver a apenas alguns arranhões, considere-se sortudo! Porém, com o tempo o gato vai se habituando e você vai pegando jeito. Tudo tem o tempo certo. Tenha muita calma e não deixe traumas no seu gato.

Conte aqui! Como é a ida ao veterinário com seu gato?

Sobre Angelica Weise

Jornalista freelancer. Mestranda na UFSM. Escreve sobre os mais diversos assuntos e ama seus pets.

Veja também

Animal ansioso ou estressado

Animal ansioso ou estressado: conheça Anizen Homeopático

Animais podem ficar ansiosos e estressados, e para a sua saúde física isso pode ser …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *