Notícias quentes
Página Principal / Todos as postagens / Os cuidados após um ataque de animal!

Os cuidados após um ataque de animal!

Ninguém está livre de simplesmente caminhar na rua e de repente ser atacado por um cachorro. Infelizmente algumas raças de cachorros mais bravas, quando se sentem ameaçadas ou diante de estranhos pode atacar. E após uma mordida de cachorro ou ataque o que fazer?

Com mordida de cachorro é preciso que algumas medidas sejam tomadas rapidamente, até porque os riscos podem ser graves, principalmente algumas doenças. Primeiro, é verificar se a pessoa mordida e o cachorro que mordeu possuem vacina de raiva. Neste sentido, a Leishmaniose, sarna e leptosprose são zoonoses que também podem ser transmitidas pela mordida. Vale lembrar, que a mordida pode apresentar quatro diferentes tipos de lesão: leve (arranhões), perfuração, dilaceração ou esmagamento.

O que fazer?

O primeiro passo após uma mordida de cachorro é limpar vigorosamente a área ferida com água e sabão por pelo menos 5 minutos. Dependendo do caso, também estancar a ferida. Independente da mordida, se for grave ou não é preciso procurar imediatamente um médico para realizar o atendimento e examinar. Ele certamente irá pedir exames, e dependendo do caso irá indicar algum tratamento ou uso de medicamento.

Em relação a mordida de cachorro, claro que nem sempre se pode evitar, mas os cuidados é evitar ter algum contato com cachorro desconhecido, ou seja, tentar fazer carinho. Lembre-se: o cachorro não é seu e você não o conhece. É muito comum também, crianças receberem mordidas de cachorro. Neste caso, se o animal não se sente confortável é bom deixá-lo preso em algum lugar que a criança não tenha contato.

Sobre a mordida de cachorro, deve- se cuidar muito com mordidas mais profundas.  Pois essas podem provocar uma infecção, e de fato são as mais perigosas, pois elas inoculam bactérias naturais da boca do cão profundamente na pele, o que é mais difícil de limpar.

Os cuidados devem ser ainda maiores, se a pessoa for mordida por animal de rua. Isso porque se sabe que estes animais não tem as vacinas em dias  e podem apresentar doenças. Por isso, não deixe de procurar um médico para realizar todos os exames!

Referência: https://canaldopet.ig.com.br

 

Sobre Angelica Weise

Jornalista freelancer. Mestranda na UFSM. Escreve sobre os mais diversos assuntos e ama seus pets.

Veja também

Gato de Bengala

Gato de bengala: exótico e muito bonito

Gato de Bengala. É bonito, exótico e com muita personalidade. Embora no Brasil não seja …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *