Notícias quentes
Página Principal / Cuidados e Saúde / Os cuidados com o cão idoso

Os cuidados com o cão idoso

Quem adota ou compra um cachorro quer que o animal de estimação seja seu companheiro por muito tempo. E que bom que isso acontece. Mas com o tempo e o cão envelhecendo, é importante que a família tenha cuidados.

É fundamental que as visitas ao médico veterinário sejam mais frequentes. Ele poderá diagnosticar o animal se caso estiver doente e também ajudar a prevenir diversas doenças, que são mais propicias quando se tem o cão envelhecendo.

Outra dúvida é em relação a quando começar a considerar o cão envelhecendo, idoso. Ai vai uma dica e ela diz respeito ao porte e ao peso. Por exemplo, os cães pequenos, com até 10 quilos, são considerados idosos aos 7 ou 8 anos. Por isso, aquela história de equivaler a idade do cachorro em 7 anos não é verdade. Para cães de porte maior que pesam entre 26 e 45 quilos, estes já podem ser considerado idosos ao completar 5 anos.

Saúde frágil

Assim como ocorre com as pessoas é comum que a saúde do cão comesse a se tornar mais frágil. Problemas cardíacos, ortopédicos, e insuficiência renal são alguns dos problemas. Por isso, quanto mais cedo os cuidados iniciarem, com mais qualidade o cão irá envelhecer.

Muita atenção a alimentação do cão idoso. É bem comum eles terem sobrepeso e até obesidade o que compromete a qualidade de vida deles. Ofereça uma ração balanceada. E procure também oferecer alimentos macios para que seja fácil a mastigação.

Atenção redobrada

Não é porque seu cão é idoso que ele deve ficar só em casa dormindo. As atividades ao ar livre, como caminhadas continuam sendo importantes para os cães idosos. Mas sempre observar os horários como também se ele está bem hidratado.

Não se preocupe apenas com as doenças físicas, mas também as psicológicas que seu cão pode desenvolver, como o estresse, a ansiedade ou a depressão. É bem comum que com o tempo muitos donos deixem o cão idoso de lado e ele pode sentir isso. Por isso, não abandone, não deixe de dar atenção e carinho ao seu pet que sempre foi seu companheiro.

Sempre que possível leve ele ao veterinário. Muitas doenças podem ser prevenidas se levá-lo com frequência ao médico veterinário!

Sobre Angelica Weise

Jornalista freelancer. Mestranda na UFSM. Escreve sobre os mais diversos assuntos e ama seus pets.

Veja também

animais na gravidez

Animais de estimação na gravidez! Quais os cuidados?

É comum dúvidas a respeito dos animais de estimação na gravidez! Quais os cuidados? Será …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *